Quem passa na A23, no sentido Sul Norte não fica indiferente ao edifício castanho com uma faixa dourada que o envolve, o qual sobressai junto da vinha. Era incontornável dar o nome de ADEGA 23, a este recente projeto, que fica em Sarnadas de Ródão, a 10km de Castelo Branco.

Situa-se na parte sul da Região Vitivinícola da Beira Interior e, resulta do empreendedorismo de Manuela Carmona, médica oftalmologista.

A vinha, com cerca de12 ha,foi plantada entre 2014 e 2015, em solos de xisto, ameia-encosta e com exposição dominante Sul-Poente.

É atravessada pela A23, sendo que, do lado direito, de quem vem no sentido sul-norte, estão plantadas as castas brancas (Arinto, Síria, Verdelho e Viognier) e Rufete (castatinta). Do lado esquerdo e, em redor do edifício da adega, estão plantadas as castastintas: Aragonês, Touriga Nacional, Syrahe Alicante Bouschet.

Desde o início, o objetivo principal foi criar vinhos de excelência, autênticos e de grande elegância e, por isso, o projeto conta com um enólogo muito experiente, Eng.º Rui Reguinga. A primeira colheita, foi realizada entre Agosto e Setembro de 2017, sendo que os primeiros vinhos (Branco e Rosé) chegaram ao mercado em Junho de 2018. O vinho tinto será lançado, no início de Outubro do mesmo ano. Nesta fase, a produção é de aproximadamente 30.000 garrafas.

De arquitetura arrojada – Atelier Rua

O edifício da adega é todo revestido por cortiça e tem na parte superior uma estrutura metálica dourada.

O interior, apresenta linhas simples e modernas. Na sua decoração estão incluídos muitos objetos que contam uma história.